AsRock, companhia  especializada na fabricação de hardware, já  anunciou o lançamento de uma placa-mãe que aceita uma conexão de 13 cartões de vídeo  GPU para minar criptomoedas.

A informação foi conhecida no evento Computex 2017, onde foi assegurado que muito pronto chegara a ficar disponível para a venda desta placa-mãe com tantas portas, que procurariam dotar alto poder de processamento de equipes dispostos a minar criptomoedas. Os cartões referidos de vídeo podem ficar ligado com umas extensões  PCI-E e como se sabe, estão suficientemente próximos como para obter da placa-mãe um tamanho padrão.

No evento realizado em Taipei, Taiwan foi testado este equipamento com uma utilização de 8 cartões  GPU e o sistema operativo Microsoft, Windows, ainda não tem certeza de que esse sistema  seja o melhor ou padrão para ter um maior aproveitamento.

 

Minheria-Asrock-equipamento

 

Hadware-13-criptomoedas-conexão

AsRock-equipamento-criptomoeda-mineração

 

O modelo desta placa-mãe é chamado Asrock H110 Pro BTC+ e segue a geração anterior de tabelas (cartões) Pro BTC, assemelhando-se no preço e eficácia. Apesar de não ter uma data de lançamento, prevê-se que também se deve ter um CPU Socket  115 e processadores Intel G3900, bem como uma memória DDR4. Mais detalhes não foram divulgados, mais os potenciais compradores esperam descobrir onde podem comprar a placa-mãe, o seu preço, a sua data de lançamento e as especificações da equipe, já que a demanda assegura ser muito elevado.

Além disso, a empresa aproveitou a oportunidade para lançar dois cartões mães Mini-ITX, dirigido aos publicos afeiçoados aos videojogos, que são funcionais com o chipset Intel X299 e a AM4 da companhia AMD.

Por ultimo, o anúncio representa um marco no mercado da fabricação de equipamentos de mineração das criptomoedas como neste caso, que são feitos por um mecanismo de Proof-Of-Work, como Litecoin, Peercoin e claro, Bitcoin. Com o aumento da dificuldade de muitas criptomoedas, as companhias oferecem mineiros, hardware em geral, ou que gerem pools de mineração são forçadas a intensificar a competência e a sua eficácia, uma questão que dá muitas reflexões como a sustentabilidade energética e ambiental das quais são instalações maiores.

 

Traduzido de: CriptoNoticias