Os desenvolvedores dos novos mineiros ASIC especializados no criptoativo de Decred decidiram postergar o lançamento deste hardware, devido à polémica que teve lugar entre a comunidade de Sia e a empresa china Bitmain, quem produziram o mineiro A3 recentemente.

A equipa expressou que ainda que Sia e Decred são dois projetos claramente diferenciados, a situação com Bitmain lhes permitiu pôr em perspectiva suas próprias decisões. Consideram arriscado pedir por adiantado hardwares de mineração, ainda quando a equipa de desenvolvimento possa entregar com sucesso a unidade. Principalmente porque companhias como Bitmain podem colocar seus produtos rápidamente no mercado. Inclusive muito antes de que se cumpram as datas de entrega de outras companhias, como no caso do SC1 de Obelisk. Motivo pelo qual quem pré-ordenaram estas equipas não terão oportunidade de competir com os novos mineiros porque os ajustes de dificuldade chegarão muito antes de que os SC1 estejam operativos.

“A entrada de Bitmain para Sia sucedeu rapidamente e sem prévio aviso, e achamos que Decred se presenta como um próximo objetivo atrativo dado o desenvolvimento do mercado de ASIC”, se lê num comunicado oficial publicado através de Medium.

Mantemos nossa decisão de adiar as vendas públicas até que tenhamos uma unidade da qual nos sintamos impressionados, tanto desde uma perspectiva técnica como económica, e uma que possamos enviar num prazo breve.

Decred

Conforme explicaram, têm recebido uma importante quantidade de consultas sobre o lançamento e inclusive sobre a conveniência de comprar outro hardware. No entanto, não há uma resposta concreta, nem muito menos alentadora para os clientes que queiram apostar por esse ASIC.

“Não temos planos de oferecer a venda de nosso mineiro neste momento e esperamos trazer um produto em algum momento futuro”, salienta no comunicado, adicionando que aqueles que desejem preordenar este hardware deveriam considerar comprar um mineiro da concorrência.

Lembremos que o passado 25 de outubro de 2017, durante uma Decred Assembly publicada no canal de YouTube oficial de Decred, um grupo de membros da comunidade informou sobre o lançamento deste hardware focado em DCR, gerando grande expectação. A equipa foi desenhada para trabalhar com o algoritmo Blake256 e leva por nome Matéria1. No entanto, a recente decisão deixa no ar seu futuro.

Decred tem sido minada a través do software Claymore Dual Miner, o qual permite aos rig mineiros processar transações de ETH e DCR simultaneamente. A chegada de um mineiro ASIC potenciaria ainda mais o crescimento da rede, bem como sua segurança. A meados de dezembro o fabricante de hardware de mineração, Baikal Miner anunciou o lançamento de sua nova equipa ASIC Baikal Giant-B que tem a capacidade de minar criptomoedas de cinco algoritmos diferentes: Decred, Siacoin, LBRY, entre outros.

Convém salientar que a polémica entre Sia e Bitmain terminou com a decisão oficial de Sia de não aplicar um fork em sua rede para inabilitar os mineiros A3 da firma chinesa, apesar do lançamento intempestivo deste hardware. Embora a comunidade de usuários tinha exigido a aplicação deste fork, a equipa de desenvolvimento assegurou que tomar esse caminho infringia os valores de descentralização e confiança sobre os que se têm sustentado o projeto.

 

Traduzido de: CriptoNoticias