A República Islâmica do Irã está em processo de avaliação de uma proposta legal para a regulação de moedas digitais. A proposta foi apresentada esta semana e compreende na sua maioria uma avaliação das características e funcionamento das criptomoedas, tendo o Bitcoin como mostra principal de observação.

O Centro Nacional para o ciberespaço, foi o órgão estadual que emitiu o documento no qual são avaliadas vários cenários que, de acordo com os responsáveis em redigir o documento, pelo menos um deles deverá ser escolhido para garantir uma legislação favorável para as criptomoedas no território iraniano. Este projeto de lei deverá ser discutido pelas autoridades iranianas de nível superior e terá um veredicto final que será dado a conhecer em um prazo não maior á quatro meses.

De acordo ao portal Financial Tribune, web iraniano em Inglês dedicado a notícias financeiras procedente do país asiático, o governo iraniano procura escolher um cenário onde se possa aproveitar ao máximo as vantagens que fornecem as criptomoedas.

Temos apresentado cinco cenários para a regulação da moeda digital no Irã (…) O Comité de Regulamentações do Centro Nacional para o ciberespaço tem favorecido um cenário que se focaliza em tomar uma abordagem legal para fazer o melhor uso de moedas digitais.

Saeid Mahdavioon
Diretor Adjunto de Regulação, Centro Nacional para o Ciberespaço.

O portal Majazi.ir, no qual está ligado ao Centro Nacional para o Ciberespaço de Irã, não concedeu maiores detalhes sobre o projeto legal apresentado. No entanto, apresentou uma pequena lista onde se enumera várias das principais características do Bitcoin como criptomoedas e deixa abertas as possíveis atribuições que o Estado do Irã deverá tomar para controlar algumas delas, como aquelas focadas em privacidade.

Irã, havia anunciado este ano a sua intenção de deixar o Dólar Americano (USD), bem como moeda de reserva e como operações de comércio internacional. Além disso, se tinha aberto a discussão sobre a possibilidade de utilizar precisamente o Bitcoin como divisa internacional para algumas operações de comércio estadual; algo que, com esta nova proposta legislativa em ação, pudesse estar ligada diretamente.

As declarações mais poderosas ao respeito á emitiu o Diretor Executivo do Banco de Teerã, Mohammad Ibrahim Moqaddam, que instou aos bancos e empresas de pagamento iraniano a preparar-se para a chegada do Bitcoin. Uma medida que, de acordo com Moqaddam, irá acelerar a eficiência do setor financeiro no Irã.

A Comunidade iraniana de Bitcoin e criptomoedas não é a mais ressaltante da Ásia sequer, tendo a  LocalBitcoins e CoinAva como portais utilizados para a troca em linha após o desaparecimento de BTXCapital. Com a possível chegada de uma regulamentação positiva para o uso das criptomoedas em dito país, poderíamos ver um aumento no volume importante que chegue a destacar na região do futuro.

 

Traduzido de : CriptoNoticias