A melhor maneira de ocultar algo é, sem dúvida nenhuma, deixando à vista. Este é o princípio que tem utilizado um usuário de Telegram para escamotear uns quantos ethers daquelas pessoas que tentaram roubar-lhe logo de que publicasse num chat público a chave privada de uma carteira que supostamente tinha armazenada criptomoedas MNE valorizadas em 5 mil dólares.

O acontecimento foi reportado por ShitcoinSherpa em Twitter e explicado por outros usuários como Adam Hadar. A fraude começou quando um jovem publicou sua chave privada num chat da aplicação Telegram, destacando que tinha 5 mil dólares em Minereum (MNE) armanezados em sua conta em MyEtherWallet (MEW), mas não tinha ETH para pagar o gás (comissão por transações) para mobilizá-los a outra conta.

Dam8txQX0AAvuB8
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • LinkedIn

Dam8txQX0AAvuB8
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • LinkedIn
A mensagem desencadeou uma onda de pessoas que começaram a transferir ethers para obter os 5 mil dólares armazenados. Fonte: ShitcoinSherpa

A mensagem destacava o endereço da carteira e sua chave privada. Acedendo a este endereço se podia constatar de uma  grande quantidade de dólares que se armazenavam na conta. A veracidade do assunto fez que a metade das pessoas filiadas ao chat enviaram comissão em ethers para tomar o dinheiro e transferi-lo a suas contas, no entanto as coisas não saíram como o esperado.

O dinheiro que os usuários transferiram para mover os fundos se enviou automaticamente a outro endereço pessoal filiada à conta, enquanto os MNE permaneciam bloqueados. “Golden Bro” utilizou um contrato inteligente para o envio automático de ethers a outro endereço. Por se fosse pouco, o usuário tinha programado a carteira para que só se pudesse aceder a 10 dólares do total de fundos armazenados, pelo qual inclusive o montante dos fundos era uma fraude:

“O que quer dizer com “bloqueado”? Se tem a chave privada, pode transferir ¿verdade? Só tomaria algumas transações para faze-lo”.  De acordo com os tweets mostrados, “Só podem retirar-se 106 MNE (~$10) inclusive se alguém tem sucesso… o que faz que esta “fraude” seja ainda mais criativa, porque em realidade não há $5000 ali senão 10$”, foi parte da conversa de dois usuários de Twitter com respeito a este caso.

Desta maneira, o usuário Golden Bro teria arrecadado, conforme os dados da blockchain, um total de 0,72 ETH até agora. Ou seja, um total de 378 dólares em comissões desviadas. Uns ganhos que poderiam seguir aumentando com o tempo se esta chave segue chegando à mão dos mais incrédulos.

As redes sociais volveu viral o acontecimento, popularizando o engenhoso truque e celebrando que tem conseguido enganar a aqueles que se crêem mais inteligentes. Além de ser vaticinado como um novo Robin Hood, um génio ou um troll, em Internet se está aplaudindo esta medida como “uma colherada de sua própria medicina” para os ladrões que operam na Web,  catalogando-a bem como uma ação moral que tem deixado muita gente em travo. E é que, hoje por hoje, se estão utilizando diversas modalidades para defraudar aos portadores de criptomoedas.

 

Traduzido de: CriptoNoticias