Bitcoin representa uma mudança nos paradigmas econômicos, mas blockchain, a tecnologia subjacente, é uma mudança nos paradigmas do poder e relações humanas. Por essa razão a resistência de alguns funcionários governamentais em apoiar a adoção das criptomoedas e de sua tecnologia, pois poderiam em risco seu domínio sobre muitos aspectos do controle financeiro e social da era moderna. Parte deste problema pode verse na rejeição que inicialmente se viu em Rússia ante o advento de blockchain, ou as grandes preocupações das autoridades Chinesas que derivaram em medidas mais estritas aplicadas á as casas de câmbio. No entanto, em outros países se mostram mais abertos á as propostas e inclusive, os mesmos legisladores e autoridades governamentais tomam iniciativa que favorecem á expansão de bitcoin entre a população como um método de pagamento e ferramenta informática.

Os deputados ao senado de Austrália pertencente aos setores políticos trabalhistas e liberais decidiram fazer a um lado suas diferenças ideológicas para instar ao banco central para adotar bitcoin como moeda oficial, assim como chamar a todas as instituições governamentais a prestar apoio á tecnologia blockchain, para assim não arriscar o futuro do pujante sistema financeiro australiano, que gera cerca $145 bilhões de dólares por ano.

A iniciativa está liderada por Sam Dastyari, Senador pelo partido trabalhista, e a senadora Jane Hume, do partido liberal, quem formaram o grupo Parlamentares Amigos de Blockchain. Dastyari assegurou que agora as criptomoedas se tem tornado em importantes fatores de movimento financeiro e Austrália corre risco de ficar-se atrasada economicamente senão procura desenvolver a sua própria moeda baseada em blockchain para utilizar no mercado.

Dastyari é representante do estado de New South Wales, o maior em extensão; enquanto que Hume é representante de Victoria, a maior densidade populacional e o segundo em quantidades de habitantes.

A pergunta proposta para Austrália é se vamos a seguir a outros ou vamos a liderar esta iniciativa. Necessitamos encontrar uma maneira conjunta de fazer isto. Não podemos competir com nossos vizinhos asiáticos em quanto a produzir bens e serviços de baixo custo. Pero podemos competir nos serviços financeiros, e isso significará tomar grandes decisões.

Sam Dastyari

Senador, Senado de Austrália

O presidente da Australian Digital Currency Commerce Association, Ronald Tucker, assegurou que o governo deve respaldar as criptomoedas em ordem de eliminar os tempos em que se realizam transações financeiras e intercâmbios comerciais com moedas estrangeiras.  “Seria o sonho de qualquer auditor devido a que se permite monitorar qualquer transação realizada na rede”, assegurou.

Paralelamente, o Ministro de Recursos Federais, Matt Caravan, também apoia a implementação da tecnologia blockchain. “As oportunidades para o governo, instituições acadêmicas e o setor privado são grandes” disse aos 120 participantes de uma sessão parlamentar em apoio á as criptomoedas o dia de hoje.

Durante o ano 2014, se publicou um artigo do que Caravan e Dastyari foram coautores no que assinalam aspectos muitos interessantes cerca de bitcoin, como a ausência de um controle corporativo ou governamental centralizado que não permite a criação inescrupulosa e excedida de dinheiro, como se ocorre com as moedas fiduciárias; e onde a livre competência aplicada á econômica convencional pode gerar os mesmo ou melhores resultados monetários; ademais instando ao governo a abrir-se á as criptomoedas, se bem que isso signifique perder alguns dos seus poderes.

Foi até o mês de maio que bitcoin foi considerado por a administração fiscal de Austrália como um ativo intangível, o que implicava que o imposto aos bens e serviços era carregado dois vezes durante a transação, tanto para o uso de bitcoin como para o produto que se tinha comprado.

 

Australia-Bitcoin-Senador
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • LinkedIn

Australia-Bitcoin-Senador
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • LinkedIn
Jane Hume e Sam Dastiary, senadores da Austrália, mostrando o seu apoio á bitcoin

Isto será algo revolucionário para o Banco da Reserva e para as instituições financeiras australianas. O que queremos fazer no parlamento é criar um ambiente politico que abra espaço para bitcoin e blockchain em Austrália.

Sam Dastyari

Senador, Senado da Austrália

A raiz das mudanças na legislação sobre bitcoin se tem notado um crescimento e acepção em o país, como acontece, por exemplo, com as firmas Blockchain Global Limited, a quem se lhe permitiu emitir um veículo de inversão baseado em bitcoin, onde outras empresas poderão emitir seus ativos financeiros em uma plataforma descentralizada.

Certamente, os senadores acertam em que os mercados de criptoativos em Ásia estão na dianteira global e as autoridades de países como Cingapura e China já estão bem informados de suas implicações, sem mencionar a mercados como Coréia e Japão, este ultima que logrou aprovar a bitcoin como método de pagamento.

Traduzido de: CriptoNoticias