Os irmãos Lambert, dois desenvolvedores de Utah, Estados Unidos, criaram um novo caso de uso para a rede de micro pagamentos de bitcoin, a Lightning Network (LN). O desenvolvimento permite comprar aperitivos desde uma máquina de venda automática usando bitcoin, por meio de uma aplicação de pagamentos conectada á rede Lightning Network.

Conforme a informação disponível na página web do projeto, Paul F. Lambert e Spencer Lambert contaram com a API (interface de programação de aplicações) de OpenNode, um processador de pagamentos habilitado para a rede Lightning Network. A aplicação funciona a partir de um tablet, instalado na área frontal da máquina de venda automática, o qual permite ao usuário comprar crédito para adquirir seu produto, usando um moedeiro de bitcoins.

O procedimento de pagamento é simples. O usuário seleciona a opção de pagamentos com bitcoin no tablet seguro incorporado á máquina de venda automática, e a aplicação se conecta á API de OpenNode Lightning para criar uma fatura de pagamento.

Pagar a fatura implica simplesmente abrir o moedeiro habilitado para pagamentos Lightning no telefone móvel e digitalizar o código QR que mostra o tablet. Confirmando o pagamento, a máquina de venda automática recebe a notificação de crédito e, pronto, o usuário já pode selecionar seu aperitivo ou snack favorito, que será dispensado pela máquina.

  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • LinkedIn

  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • LinkedIn
Paul Lambert, junto com seu irmão Spencer, construiu um dispositivo de micro pagamentos com Lightning Network, que é integrada à máquina de venda de salgadinhos. Fonte: Devpost

O site do projeto assinala que a inspiração para este desenvolvimento é tornar o bitcoin acessível e fácil de usar, para que seu potencial máximo possa ser explorado. “Milhões de máquinas automáticas são utilizadas diariamente. Habilitar máquinas de venda automática em todo o mundo com uma forma acessível de aceitar pagamentos de bitcoin é nossa visão de uma maneira eficaz de ajudar a adoção mundial”, dizem os Lambert no site do projeto.

A magia por trás da compra de snacks através da Lightning Network

Os irmãos Lambert criaram uma interface de usuário, baseada na ferramenta de código aberto Vue.js, que conecta o tablet seguro por meio de uma conexão WiFi, a uma aplicação de vendas chamada CryptoVend. Esta última, desenvolvida por eles mesmos, e habilitada para pagamentos de LN através da API de OpenNode.

O casal tem um empreendimento em Utah chamado Iozeta, focado na construção de dispositivos e soluções de pagamento habilitadas com criptomoedas. Entre suas realizações, já cotam com um par de máquinas de venda de doces, que se podem pagar com bitcoin.

A tecnologia incorporada na máquina de venda de snacks lhes mereceu a estes irmãos um prémio no hackaton de Lightning Network “Bitcoin Games 2019”. O concurso foi desenvolvido no âmbito da conferência “Bitcoin 2019 Recap”, realizada na cidade de São Francisco nos dias 25 e 26 de junho de 2019.

O surgimento de mais e mais casos de uso na vida real para a Lightning Network poderia impulsionar a massificação do Bitcoin como forma de pagamento. De CriptoNoticias relatamos desenvolvimentos como caixas eletrônicos, venda de arte infantil, pagamentos de percursos em  bicicleta, compras de cerveja e até um alimentador automático de frangos.

 

Imagem destacada por Syda Productions / stock.adobe.com
Traduzido de: CriptoNoticias