Lightning Network é uma solução da segunda camada para Bitcoin que permite realizar micropagamentos de maneira instantânea sem necessidade de recorrer a terceiros na transação. Em 7 de maio deste mês, um grupo de desenvolvedores tem feito público o lançamento da primeira carteira de criptomoedas para dispositivos iOS com esta opção habilitada.

CoinClip é uma carteira para Bitcoin em fase beta que se encontra disponível desde o dia 7 de maio na tesnet ou rede de provas de Bitcoin. Os membros da equipe de Valcour Games foram os encarregados do desenvolvimento da aplicação e têm feito o anuncio pela rede social Twitter, mostrando um vídeo no que se explica o funcionamento da carteira realizando o pagamento de um café:

CoinClip é a primeira carteira disponível para dispositivos iOS, como iPad e iPhone (exceto para o iPhone5). No entanto, esta não é a primeira carteira de bitcoins para dispositivos móveis, já que a carteira Eclair lançou sua versão para o sistema operativo Android na primeira semana do mês de abril e os usuários continuam esperando que seja habilitada na App Store.

Embora se encontra habilitada na tesnet de Bitcoin e não há risco na perda de fundos por agora, os usuários em Reddit têm informado que a aplicação CoinClip demora algo de tempo em realizar a sincronização e terminar o mapeamento dos canais de pagamento. A isto, um dos desenvolvedores respondeu que um dos seus principais objetivos para a próxima atualização será tentar acelerar o mapeamento:

Sim, o mapeamento leva muito tempo, irá assim até que encontre pelo menos 1000 canais, e logo permitirá pagar faturas. Basicamente, quando vê um novo canal, tem que demonstrar que ainda está aberto, o que implica descarregar muitas coisas. O mapeamento dos primeiros poucos canais demorará um tempo, logo se acelerará, já que para então terá todos os filtros.

Kenneth Perry (Thothonegan)

Desenvolvedor, CoinClip

O público em Twitter se mostrou entusiasmado com esta iniciativa, ainda que alguns usuários de Reddit destacaram que se trata de desenvolvedores pouco conhecidos, pelo que teria que continuar com cuidado uma vez que a aplicação complete sua fase de provas.

A implementação de Lightning Network tem ido pouco a pouco aumentando, embora que ainda fica um longo caminho que percorrer, já que, conforme uma investigação apresentada por Patricia Estevao a inícios do mês de abril, as aplicações que utilizam os canais de pagamento com bitcoin não estão prontas para ser utilizadas fora da fase de provas.

Neste sentido, há alguns dias se registrou a primeira casa de câmbio de criptomoedas em incluir Lightning Network em sua plataforma. Tratou-se da casa de câmbio Vaultoro, a primeira plataforma de intercâmbio de bitcoins em implementar o protocolo de micropagamentos. Para utilizá-la, os usuários só precisariam uma carteira eclair e abrir uma conta com Vaultoro.

 

Imagem destacada por Maxsim / stock.adobe.com

Traduzido de: CriptoNoticias