Na busca de “descentralizar novamente o Bitcoin”, tal como o explica seu slogan, o time de desenvolvedores por trás de Bitcoin Gold têm programado uma bifurcação da blockchain de Bitcoin no bloco 491.407. Num primeiro momento, se calculou que esta bifurcação aconteceria no dia 25 de outubro, mas tomando em conta que ao momento da redação deste artigo já estamos á altura do bloco 491.193, o mais provável seria que dita bifurcação tivesse lugar o dia de manhã, 23 de outubro de 2017. No entanto, isto não será assim mesmo.

Um dos aspectos particulares da bifurcação de Bitcoin Gold é que não se fará em tempo real. Ao alcançar-se o bloco especificado anteriormente, Bitcoin Gold realizará uma captura ou fotografia da blockchain de Bitcoin. Deste modo, poderão continuar o registo e certificação de suas transações a partir do bloco 491.407 ao momento de lançar sua própria blockchain ao publico, o qual tem sido programado para levar-se a cabo no dia 1 de novembro deste mesmo ano.

Isto significa que para o momento da atribuição de BTG (abreviatura com a que se reconhecerá a criptomoeda nativa de Bitcoin Gold) a quantidade de bitcoins que você possui no momento da captura, será a que receberas em BTG – porém o método de distribuição deste criptoativo dependerá em grande parte de cada uma das casas de câmbio e carteiras que operam com bitcoin.

 

POSTURA DAS CARTEIRAS DIANTE BITCOIN GOLD

Nesta ordem de ideias, entre as carteiras que têm feito público seu respaldo a Bitcoin Gold destacam Coinomi, Freewallet, ChronoBank e Guarda Wallet. Em geral, se espera que estas carteiras forneçam a seus usuários um saldo em BTG equivalente ao saldo em BTC de cada um ao momento da captura. Mas há uma exceção muito importante feita pela equipe de Coinomi, e é que esta atribuição se começará a executar a partir do lançamento da rede ao publico; ou seja, não antes do 1 de novembro.

Por sua parte Exodus deixou claro que a causa de ser uma proposta ainda em desenvolvimento, Bitcoin Gold não receberá o apoio desta carteira. Embora seus usuários sejam livres de exportar a chave privada de sua carteira BTC a uma carteira externa que forneça suporte a BTG, e assim adquirir a equivalência a seu saldo nesta nova criptomoeda.

 

POSTURA DAS CASAS DE CÂMBIO DIANTE BITCOIN GOLD

Entre as casas de câmbio também temos diferentes pontos de vista. Enquanto alguns planejam adicionar o BTG a seus pares de transações, outros só pretendem distribuí-lo a seus usuários sem a intenção de adicioná-lo a sua plataforma em curto prazo, e outras não pensam adicioná-lo nem atribui-lo a seus usuários.

Entre as que planejam distribuir e permitir transações de BTG em sua plataforma temos a: Bitcoin India, Beatcoin, Abucoins, Paribu, Bitbay, BitStar, Yobit, HitBTC e Bleutrade. Entre estes convêm destacar que BitStar e Bleutrade têm adicionado a BTG como futuros a suas listas de criptomoedas disponíveis para intercambiar, enquanto que YoBit tem anunciado que em menos de 24 horas (para o 23 de outubro) também a terá disponível em sua plataforma de transações.

Casas de Câmbio como Bittrex, Coincheck, Bitpoint, GMO Coin, e bitFlyer anunciaram aos seus usuários que estarão creditando-lhes saldo em BTG equivalente a seu saldo em BTC ao momento da captura do bloco 491.407. Embora, este procedimento conforme especificaram varias das plataformas nomeadas, se cumprirá em quanto considerem que é seguro para as mesmas e para seus clientes.

Mas devido a que Bitcoin Gold ainda não cumpre com certos padrões de segurança próprios de dita casa de câmbio, não permitirão a realização de transações por o momento. Embora alguns tenham deixado a porta aberta para o futuro, em caso que BTG mostre o nível de desenvolvimento necessário para cumprir com ditos padrões.

Finalmente, estão aquelas casas de câmbio que abertamente expressarão sua negativa em apoiar a Bitcoin Gold, por o que não estarão atribuindo serviços de nenhum tipo com esta criptomoeda. Entre elas estão: Zaif, Fisco e Bitbank. Entre os alegados para esta decisão, ressalta que o código de Bitcoin Gold ainda não está pronto.

Até agora, a equipe do Bitcoin Gold não há garantido a proteção diante ataques de repetição, crucial para a segurança das transações realizadas tanto em BTC como BTG. Em busca de alcançar este sucesso o antes possível, esta equipa tem oferecido através de GifHub uma gratificação de 250 BTG ao desenvolvedor ou grupo de desenvolvedores que consigam dar a solução ao problema dos ataques de repetição. Um bônus de 50 BTG extras seria concedido se o sucesso é alcançado antes do 25 de outubro do 2017.

Traduzido de: CriptoNoticias.