Ethereum é uma Blockchain ou Tecnologia de Contabilidade Distribuída (DTL) com uma linguagem de programação Turing completo integrado, um computador blockchain, que permite que qualquer pessoa possa escrever contratos inteligentes e aplicações descentralizadas simplesmente escrevendo a lógica numas poucas linhas de código.

Blockchain-Ethereum

Ethereum – Plataforma de Aplicações Blockchain

O protocolo Ethereum foi originalmente concebido como uma versão melhorada da criptomoeda Bitcoin, para superar as limitações de sua linguagem de programação, fornecendo caraterísticas avançadas tais como custódia sobre a blockchain, limites de retiro, contratos financeiros, mercados de jogos de azar e similares através de uma linguagem de programação muito generalizada.

Em Ethereum, uma versão básica do Namecoin, o banco de dados de registos de nomes descentralizada, se pode escrever em duas linhas de código e outros protocolos como moedas e sistemas de reputação se podem construir em menos de vinte linhas. Contratos inteligentes, “caixas” criptográficas que contém valor e só se desbloqueiam se cumprem certas condições, também podem ser incorporados por cima da plataforma, com muito mais poder que a oferecida pelo script de Bitcoin devido ao poder agregado do Turing completo.

O protocolo Ethereum não “suporta” nenhuma das aplicações diretamente, mas a existência de uma linguagem de programação Turing completo permite que contratos arbitrários teoricamente se possam criar para qualquer tipo de transação ou aplicação. O que é mais interessante de Ethereum, entretanto, é que o protocolo Ethereum se move mais além das moedas. Os protocolos ao redor de armazenamento de arquivos descentralizados, computação descentralizada e mercados de predição descentralizados, entre dezenas de outros conceitos similares, têm o potencial para aumentar substancialmente a eficiência da indústria computacional e proporcionar um grande impulso a outros protocolos peer-to-peer adicionando por primeira vez uma capa econômica. Por ultimo, também tem uma variedade considerável de aplicações que não tem nada que ver com o dinheiro em absoluto.

O QUE É ETHER?

Blockchain_Criptomoeda_Ethereum

Símbolo da criptomoeda Ether de Ethereum

Ether é a criptomoeda de Ethereum, o combustível que impulsiona esta plataforma de aplicações distribuídas. É uma criptomoeda utilizada por os clientes da plataforma Ethereum para realizar pagamentos a outras pessoas ou a maquinas que executam as operações solicitadas. Ou seja,  Ether é o incentivo que assegura que os desenvolvedores escrevam aplicações de qualidade (a codificação desnecessário custa mais) e que a rede permaneça saudável (a gente é recompensada  por os recursos fornecidos).

 

A oferta total de Ether e sua taxa de emissão foram decididas na pré-venda de 2014. Os dados-chaves são os seguintes:

  • 60 milhões de Ether foram criados para os contribuintes da pré-venda.
  • 12 milhões foram criados para o fundo de desenvolvimento, a maioria deles foi para os primeiros contribuintes e aos desenvolvedores e o resto para a Fundação Ethereum.
  • 5 Ether são criados por cada bloco (a cada 15-17 segundos) para os mineiros dos blocos.
  • 2-3 Ether são algumas vezes enviados a outros mineiros se eles foram capazes de encontrar uma solução, mas seu bloco não foi incluído. (chamada recompensa tio/tia)

De acordo com os termos acordados por todas as partes na pré-venda de 2014, a emissão de Ether está limitada a 18 milhões de Ether por ano (25% da oferta inicial). Embora esta taxa se espera que não seja mantida já que em 2017, Ethereum mudará sua esquema de minado de Prova de Trabalho (PoW) á Prova de Participação (PoS) sob o nome chave Casper.

O QUE É GÁS?

A fim de evitar espirais infinitos acidentais, hostis ou outro desperdício computacional no código, cada transação é forçada a estabelecer um limite ao numero de passos computacionais de execução de código que ela pode utilizar. A unidade fundamental de computação é “gás”. Em geral, um passo computacional custa 1 gás, mas algumas operações custam quantidades mais altas de gás porque são mais custosas computacionalmente, ou porque aumentam a quantidade de dados que devem ser armazenados como parte do estado. Também há uma taxa de 5 gás por cada byte nos dados da transação.

A intenção do sistema de comissões é forçar a um atacante a pagar proporcionalmente por todos os recursos que consome, incluindo computação, largura de banda e armazenamento. Portanto, qualquer operação que leve á rede a consumir uma maior quantidade de qualquer desses recursos deve ter uma comissão de gás mais ou menos proporcional ao incremento.

Fonte: Ethereum white paper

 

Traduzido de: CriptoNoticias