Comissários de um condado rural no estado de Washington, nos Estados Unidos, procuram proibir as operações de mineração de criptomoedas não autorizadas na região, devido á possibilidade de incêndios ou outros riscos aos que pudessem expor-se os cidadãos por o mau funcionamento dos equipamentos.

As autoridades do condado de Chelan solicitaram recentemente a todo o pessoal do Distrito de Serviços Públicos (PUD), tomar todas as medidas necessárias para acabar com a mineração de criptomoedas ou operações semelhantes não autorizadas pelo condado. Entre os recursos que podem utilizar para evitar estas atividades estão impor tarifas e penalizações, desconectar o serviço de elétricidade e informar cargas não autorizadas como roubo de energia e inclusive despedir funcionários que estejam envolvidos nestas atividades.

A equipe mencionou que eles também estão dispostos a aceitar novas propostas de sanções ou medidas preventivas que ajudem a garantir a aplicação de novas politicas impostas para a proteção dos cidadãos.  Um comissário do PUD do condado mencionou em uma reunião, que estas regulamentações mais fortes estão dirigidas ás pessoas que deliberadamente estão abusando dos recursos de todos.

 

O que estamos debatendo é sobre uma pessoa que deliberadamente tenta safar-se e usar a energia em um espaço de uma maneira para qual não foi projetado, o que realiza sem ter solicitado um tipo de serviço capaz de satisfazer esse tipo de demanda. Vejo ainda, uma vez mais, uma razão para apoiar a instalação de medidores automáticos para poder enfrentar a esses canalhas antes que eles queimem um prédio e talvez matar a uma família ou crianças neste processo.

Garry Arseneault

Comissário, Distrito dos Serviços Públicos do Condado de Chelan

Todas essas medidas respondem ao descobrimento de várias operações de mineração de criptomoedas não autorizadas no território: um apartamento de Wenatche, uma casa em Málaga e algumas miniunidades de armazenamento em Chelan. As autoridades determinaram que cada operação estava utilizando suficiente energia para criar riscos de incêndio para vizinhos  próximos e inclusive danificar o equipamento da rede elétrica que não está preparado para receber tanta carga. O condado terminou desconectando o serviço elétrico dos envolvidos.

Muitos lugares se têm a disposto regular à mineração de criptomoedas para evitar a saturação das linhas elétricas e inclusive beneficiar-se de sua fiscalização, mas os casos de proibição como este não são tão recorrentes. Um destes casos é o Sichuan, em China. Um comunicado da companhia de Poder Elétrico de Sichuan enviado durante o mês de novembro ilegaliza o uso de energia elétrica para minar bitcoins. A circular ordenava as estações hidroelétricas a deter a mineração ou enfrentariam sanções.

 

Traduzido de: CriptoNoticias