O Conselho Estadual de Valores de Texas, Estados Unidos, tem emitido uma ordem de rescisão e cancelamento contra a companhia Bitcoinnect por infringir com os registos da Comissão de Valores do estado e realizar ofertas enganosas.

A ordem publicada o 4 de janeiro pela agência estadual especifica que a companhia viola as regras de registo de Valores de Texas e não revela os riscos envolvidos na inversão de criptomoedas.

Entre as causas pelas quais apontaram a Bitconnect se encontram um desconhecimento absoluto e intencional da identidade dos diretores de Bitconnect, da informação financeira dos fundadores, assim como também o fato de que a empresa não tem uma sede em Texas, Estados Unidos; já que foi registada com base em Wenlock Road, Londres.

A rescisão e a desistência também se fundamenta em que Bitconnect esconde de forma intencional quem são os desenvolvedores do Bitcoinnect Coin, a criptomoeda que de acordo ao portal da companhia oferece rentabilidades de até 120% por ano. Outro dos pontos destacados pela junta Estadual de Texas que foi a “fraude em relação á oferta e venda de valores” cargo que está relacionado diretamente ás promessas de rentabilidade que assegura o projeto é alcançável graças a bots e softwares.

As autoridades de Texas também alegaram que a companhia é acusada de “fazer ofertas que contenham declarações que sejam materialmente enganosas ou de outra maneira possam enganar ao público”, pois apesar de que nos programas de inversão ofertados na web estabelecem as medidas rentáveis do plano de inversão (como BitConnect Lending Program) nos contratos estabelecem que a volatilidade e o imprevisível que pode resultar o preço das moedas digitais faze impossível evitar perdas nas inversões.

Convém destacar que a ordem de rescisão e desistência de BitConnect não é a primeira emitida pela Junta Estadual de Valores de Texas contra uma companhia ligada ás moedas digitais, pois o passado mês de dezembro emitiu uma ordem similar para USI-Tech Limited, uma companhia que supostamente se dedicava a vender softwares de mineração de criptomoedas em diferentes cidades do estado de forma ilegal.  Parece que esta agência reguladora tem decidido coloca-lhes  lupa ás companhias ligadas ás criptomoedas em seu estado.

É importante salientar que os órgãos reguladores financeiros de Estados Unidos a nível nacional e estadual se tem mostrado ativos na detenção de irregularidades nas companhias ligadas ao mercado das criptomoedas. Exemplo de isso tem sido a suspensão por parte da Comissão de Bolsas e Valores (SEC) da companhia The Crypto Company por presumível manipulação de mercado e o congelamento de fundos da companhia PlexCorps por possível fraude em sua Oferta Inicial de Moeda.

 

Traduzido de: CriptoNoticias.