Durante a conferência Money 20/20 em Las Vegas no passado 22 de outubro, Steve Wozniak, co-fundador de Apple, afirmou que Bitcoin é melhor que o ouro como depósito de valor, devido a que tem um fornecimento fixo, enquanto que essa caraterística é incerta no metal precioso.

Assim o reportou Deirdre Bosa para a cadeia CNBC. Na realidade, a entrevista se refere sobre a Inteligência Artificial, mas o tema das criptomoedas não tardou em sair á tona, com Wozniak comentando que o dinheiro fiat é mais bem “falso”, pois sempre o governo pode imprimir mais por razões politicas. Em contraste, Bitcoin tem programado emitir apenas 21 milhões de moedas, o que, em sua opinião, o faze mais genuíno.

Ademais, em relação ao ouro, Wozniak comentou que este não é necessariamente escasso, pois sempre podem inventar-se novas formas de extraí-lo da terra e é desconhecida a quantidade exata que existe no planeta.

Há certa quantidade finita de bitcoin que pode existir (…) O ouro é extraído e minado e minado. Talvez haja uma quantidade finita de ouro no mundo, mas Bitcoin é ainda mais matemático e regulado e ninguém pode mudar as matemáticas.

Steve Wozniak

Co-fundador, Apple

Nesta linha, ele comparou o fato de possuir bitcoin com ter uma casa: “Tua casa tem valor. E se hoje é uma casa, no prazo de 40 anos, todavia é uma casa em valor”. Claro, não se pode dizer o mesmo do dinheiro fiat, que pode declinar; enquanto que bitcoin tende a subir devido a sua escassez programada.

Wozniak admira esta precisão matemática, apesar de que sua primeira experiência adquirindo esta criptomoeda não foi satisfatória, como já havia descrito com anterioridade, pois quando alcançou faze-lo anos atrás o preço desceu ate um 50%. No entanto, isto não há detido seu interesse por bitcoin, porque confessou que nunca seguiu seu preço e o que mais o atraiu da criptomoeda é sua tecnologia.

A este respeito, ele também comentou que a blockchain protege muitas possibilidades; concentrando-se especialmente em seus usos para a cadeia de suprimento de minerais. Startups como Peer Ledger e Everledger já estão utilizando desta forma a cadeia de blocos, que pode registar de começo ao fim o trajeto de qualquer produto.

Igualmente, apontou que “há muitas mais criptomoedas além do Bitcoin”, tal como Ethereum, onde podem escrever-se milhares de programas de qualquer tipo graças aos contratos inteligentes.

O co-fundador de Apple junta-se assim a outras personalidades que tem emitido sua opinião sobre o potencial de Bitcoin, tal como o CEO de Morgan Stanley ou o gerente de JP Morgan, quem inclusive previu que Bitcoin valeria 25 mil dólares em 5 anos.

 

Traduzido de: CriptoNoticias